en-Não me comunico bem, isso significa que eu nunca vou liderar?

09/12/2020
Não me comunico bem, isso significa que eu nunca vou liderar?
Não me comunico bem, isso significa que eu nunca vou liderar?

Esta pergunta vem em muitas sessões quando trabalhamos com líderes de todos os níveis. Mas não é bem assim.

Primeiramente, a palavra nunca é muito pesada. Ela exclui as possibilidades de desenvolvimento de novas habilidades, de evolução pessoal. Depois, nossa experiencia com grandes organizações mostra que nem todos os bons comunicadores conseguem liderar, mas todos os bons líderes podem se comunicar da maneira adequada e apresentar resultados interessantes.

Acredito que de todas as habilidades atribuídas aos excelentes líderes, e pelas quais os líderes são identificados, a comunicação é mundialmente vista como uma das mais importantes e indispensáveis no mundo corporativo. A comunicação abre portas, traz resultados e salva negócios, vidas e casamento. Sim, falei casamento, acredite que a falta desta habilidade tem um peso enorme nos relacionamentos conjugais. Mas este é assunto para outro artigo, vamos focar nos negócios.

As pesquisas mais atuais do Wall Street Journal e Harris Interactive, recrutadores corporativos, mostraram que o mais desejável e procurado no conjunto de habilidades de liderança foi a comunicação, seguida de perto pela habilidade de trabalhar em equipe.

Já existe uma tendência nos países mais desenvolvidos em avaliar as organizações educacionais que formam líderes pela sua capacidade de colocar no mercado profissionais com habilidades de comunicação e trabalho em equipe bem desenvolvidas.

Mais abaixo na lista encontraremos as habilidades analíticas, de resolução de problemas e habilidades organizacionais. Mas, a cada ano a comunicação assume uma posição das habilidades sociais imprescindíveis para uma pessoa ter sucesso na liderança, e tomo a liberdade de extrapolar este pensamento e dizer que é a chave do sucesso na vida como um todo.

É comum ouvir de CEOs ou diretores que ao recrutarem e acharem os melhores com habilidades que precisam - contabilidade, finanças, engenharia, logística etc.- o que tira o sono deles é o problema persistente de líderes quem não conseguem se comunicar de forma eficaz com suas equipes e outros stakeholders. Isso os faz ter que apagar incêndios provocados pela inabilidade de comunicação, em vários os momentos.

Uma coisa é você dizer para todos, ou colocar em destaque no seu perfil na web ou no seu currículo, que um dos seus pontos fortes é sua habilidade de comunicação. Mas escrever é fácil, será mesmo que somos assim tão hábeis nessa competência?

Você saberia responder em quais das seis habilidades de comunicação você é fluente. Sim você leu certo, eu disse seis, seis tipos, que são a escrita, a verbal, a apresentação, a não verbal, a transcultural e a última considerada a base para as demais: a escuta.

Se perguntasse para você, antes de ler este artigo, você saberia me dizer "de pronto" que existem todas estas formas de comunicação?

Então, você é desenvolvido em todas elas?

Provavelmente não. Mas tudo bem, pois é difícil sim ser competente em todas, são muitos anos se questionando o quanto sabemos nos comunicar, analisando em quais delas falhamos, buscando melhoria contínua e principalmente se colocando em situações onde podemos treinar todo as elas, tais: como escrevendo e-mails, relatórios, artigos. Fazendo apresentações, dando palestras, participando de seminários, conversando mais com familiares.

É neste ponto acima, o auto desenvolvimento, que aparece a diferença entre os líderes de sucesso, que descobrem o poder da comunicação e buscam incessantemente se desenvolverem em todos os tipos e os outros líderes, que chamamos de medianos. Líderes medianos acreditam que falar bem é o que importa. "Para que escrever bem temos o Word e o Google para corrigindo tudo, não preciso perder tempo com isso não, meu negócio são resultados, números, meu caro." - esta foi uma fala que ouvi de um executivo da área financeira e comercial, quando questionado sobre o assunto. No passar dos anos ele foi convidado a sair da empresa pelos males as equipes que vinha em conjunto com seus resultados.

Alguns me perguntam o quanto é complexo a habilidade de se comunicar, "parece tão fácil para mim. Não era para dar tanta confusão" - dizem.

Vamos imaginar uma coisa:

as seis formas da comunicação na liderança compartilham de seis características básicas: a brevidade, a clareza, a simplicidade, a autoridade, a relevância e a credibilidade;

enfrentam também seis barreiras: a distração, a emoção, a preconcepção, a linguística, a discrepâncias e a desatenção;

que temos seis forças de enfrentamento para essas barreiras: o foco, a objetividade, a mente aberta / justiça, a articulação, os fatos e a concentração.

6 habilidades à 6 características à 6 barreiras ß 6 remédios

Ufa! É fácil se concentrar nisto tudo? Mas é possível. Comece analisando quais dois bloqueios você mais sente no seu dia a dia e veja como você pode bloquear os impactos que possam te distrair e fazer perder informações-chaves para construir o entendimento para uma melhor comunicar.

Veja que, com o exposto acima, fica mais fácil de entender a dificuldade que as organizações têm para que a comunicação plena seja conseguida em todo o seu quadro e alcançar a alta performance que tanto buscam.

O pior é sentir que os profissionais que têm maior domínio desta habilidade são disputados a tapa por outras empresas e acabam ficando pouco tempo em cada empresa, muitas vezes por não conseguiram enxergar a importância de manter estes líderes, igualando-os aos demais, muitas vezes medianos. Ouvimos muito a colação: "não podemos quebrar nossa matriz de cargos e salários, não possa pagar mais para ele e deixar os demais onde estão, sinto muito ele é um fora da curva, mas não dá". Então perdem o profissional desenvolvido, obtém resultados medianos, e ficam testando diversos líderes em equipes desmontadas e muitas vezes desmotivadas.

Mas o maior erro é não ter clareza de nosso nível de desenvolvimento da comunicação e nos iludirmos que a nossa comunicação acontece na maioria do tempo de maneira eficaz. Assim, não vemos os impactos negativos que ela provoca em nós e nas nossas organizações.

Respondendo à pergunta inicial. Sim você poderá ser líder mesmo tendo dificuldades em se comunicar, mas o seu sucesso só dependerá da sua capacidade de analisar as situações. Você teve sucesso ou não se comunicando e procurando se desenvolver sempre?

Então responda como está sua comunicação? O que é bom e o que precisa melhorar?

Desenvolva essa habilidade. Este é o conselho que posso dar neste momento

HERALDO CONDE / Diretor Executivo da CCM Management e instituto Futuro Pleno